Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008
Calor humano sueco...


 

    Imagine uma estação de comboios de uma cidade relativamente grande. Um espaço fechado, por onde mais de 250 mil pessoas passam diariamente. Cada uma dessas pessoas anda dentro da estação, gastando calorias, que são, basicamente, energia em forma de calor.

    Essa energia geralmente dissipa-se no ar... Mas um prédio localizado na cidade de Estocolmo, na Suécia, decidiu que era hora de utilizar toda essa energia de forma útil – neste caso, para aquecer esse novo edifício.
 

    Para isso serão necessários tubos, água e bombas, nada muito tecnológico ou high-tech. A ideia é usar um sistema que processe o calor da estação para aquecer a água utilizada no prédio. O calor também aquecerá parte do prédio, que terá um pequeno hotel e algumas lojas, e deve ficar pronto no começo de 2010.

    Para um edifício que deve custar alguns milhões de dólares para ficar pronto, esse sistema de aquecimento humano é bem baratinho, deve custar algo em torno dos 30 mil dólares.

    Agora, se uma estação central da Suécia consegue reduzir os custos no aquecimento de um grande edifício em até 20%, imagine só o que um sistema como esse, montado nas grandes estações de comboio/metro do nosso país podiam ajudar na contenção de despesas. Ah... E o ambiente também iria agradecer!

 


publicado por - às 17:06
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
Escandinávia em factos

 

 

 

 

 

Cerca de 40% da cidade de Estocolmo é constituída por regiões verdes e belos parques (38 no total). Os 60% restantes são divididos quase que igualmente entre água e locais destinados à habitação.

 

 



publicado por - às 20:49
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Ambiente como forma de dinamismo urbano

 

Aguardamos a marcação da entrevista ao vereador do ambiente da Câmara Municipal de Santa Cruz.

Nessa entrevista iremos abordar assuntos relacionados com a temática 'Ambiente como forma de dinamismo'. Sim, porque o nosso projecto propõe-se a (re)pensar o conceito de ambiente no urbanismo moderno. Ambiente, parques e manchas florestais inseridos nos centros urbanos não tem de ser um lugar para idosos, marginais e prostituição.




Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008
Preocupações ambientais chegam à Igreja


 

Na homilia de Ano Novo, o Cardeal Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, exprimiu a preocupação da Igreja Católica face aos indesmentíveis resultados da gestão danosa do ambiente:
 


 

“as condições em que se encontra hoje em dia o Planeta Terra, devido à utilização abusiva dos recursos naturais e à sua exploração egoísta e sem qualquer precaução”.
 

“Deixemos que a luz deste dia resplandeça sobre todos: que ela entre nos nossos corações, que ilumine as nossas casas, que traga serenidade e esperança às nossas cidades, e que dê paz ao mundo”, concluiu o Papa.
 

 


música: Rise Up

publicado por - às 21:05
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sobre que é este blog, exactamente?

Este blog é um diário das actividades de dinamização da cidade do futuro, como parte do concurso Cidades Criativas, promovido pela Universidade de Aveiro.

Receba notícias nossas por RSS

Afinal o que é o RSS?

posts recentes

Calor humano sueco...

Escandinávia em factos

Ambiente como forma de di...

Preocupações ambientais c...

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


arquivos
tags

todas as tags

pesquisar neste blog
 
links
Contactos
Tiago Teixeira
João Alves
Jairo Martins
Bruno Santos