Sábado, 22 de Março de 2008
Música da semana

 

Esta semana, num estilo alternativo, Woke up this Morning - Alabama 3

 

 



publicado por - às 16:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Maria dos Tornozelos a 25 de Março de 2008 às 22:56
À primeira audição gosta-se pelo estilo descontraído, banal, corriqueiro... Depois, ouve-se novamente e conforme dizem,...serve como estilo alternativo, "woke up this morning", Alabama 3, embora ninguém delire ou se comova com a sensação desesperante e aflitiva de quem acorda pela manhã e percebe que "tudo o que tinha perdeu", sentindo um vazio e uma vergonha por ver o seu mundo às avessas. Que angustioso! E...que intrigante! O que poderia ter perdido, durante a noite, para além do dia e de dia, para além da noite?, ainda por cima, deixando-se ficar em tão péssimo estado?!... Ao contrário do ouvido, rejeito a noção de perda, pois considero que nunca ninguém perde nada, embora reconheça que nesta vida ilusória e efémera mais depressa sentimos as perdas sucessivas, ao invés dos proveitos e das vantagens, de maneira que, o facto de acordar pela manhã devia constituir "per si", um novo ganho e uma nova vitória. Por que motivo falamos tanto em perdas e raramente em ganhos? Felizmente, o "sinal ruim" ou o "brilho de espingarda" que perdeu a ilusão durante a noite, conseguiu acordar pela manhã com a sensação de que errou e como "errare humanum est", deduzo que deveríamos errar mais e tanto, para conseguirmos viver com a ideia, contrária à da letra da música, de que não faz falta perder tudo, desde que se consiga vencer sempre!
Parabéns pelo trabalho!


De Maria dos Tornozelos a 25 de Março de 2008 às 22:56
À primeira audição gosta-se pelo estilo descontraído, banal, corriqueiro... Depois, ouve-se novamente e conforme dizem,...serve como estilo alternativo, "woke up this morning", Alabama 3, embora ninguém delire ou se comova com a sensação desesperante e aflitiva de quem acorda pela manhã e percebe que "tudo o que tinha perdeu", sentindo um vazio e uma vergonha por ver o seu mundo às avessas. Que angustioso! E...que intrigante! O que poderia ter perdido, durante a noite, para além do dia e de dia, para além da noite?, ainda por cima, deixando-se ficar em tão péssimo estado?!... Ao contrário do ouvido, rejeito a noção de perda, pois considero que nunca ninguém perde nada, embora reconheça que nesta vida ilusória e efémera mais depressa sentimos as perdas sucessivas, ao invés dos proveitos e das vantagens, de maneira que, o facto de acordar pela manhã devia constituir "per si", um novo ganho e uma nova vitória. Por que motivo falamos tanto em perdas e raramente em ganhos? Felizmente, o "sinal ruim" ou o "brilho de espingarda" que perdeu a ilusão durante a noite, conseguiu acordar pela manhã com a sensação de que errou e como "errare humanum est", deduzo que deveríamos errar mais e tanto, para conseguirmos viver com a ideia, contrária à da letra da música, de que não faz falta perder tudo, desde que se consiga vencer sempre!
Parabéns pelo trabalho!


De Maria dos Tornozelos a 25 de Março de 2008 às 22:58
À primeira audição gosta-se pelo estilo descontraído, banal, corriqueiro... Depois, ouve-se novamente e conforme dizem,...serve como estilo alternativo, "woke up this morning", Alabama 3, embora ninguém delire ou se comova com a sensação desesperante e aflitiva de quem acorda pela manhã e percebe que "tudo o que tinha perdeu", sentindo um vazio e uma vergonha por ver o seu mundo às avessas. Que angustioso! E...que intrigante! O que poderia ter perdido, durante a noite, para além do dia e de dia, para além da noite?, ainda por cima, deixando-se ficar em tão péssimo estado?!... Ao contrário do ouvido, rejeito a noção de perda, pois considero que nunca ninguém perde nada, embora reconheça que nesta vida ilusória e efémera mais depressa sentimos as perdas sucessivas, ao invés dos proveitos e das vantagens, de maneira que, o facto de acordar pela manhã devia constituir "per si", um novo ganho e uma nova vitória. Por que motivo falamos tanto em perdas e raramente em ganhos? Felizmente, o "sinal ruim" ou o "brilho de espingarda" que perdeu a ilusão durante a noite, conseguiu acordar pela manhã com a sensação de que errou e como "errare humanum est", deduzo que deveríamos errar mais e tanto, para conseguirmos viver com a ideia, contrária à da letra da música, de que não faz falta perder tudo, desde que se consiga vencer sempre!
Parabéns pelo trabalho!


De Maria dos Tornozelos a 25 de Março de 2008 às 22:58
À primeira audição gosta-se pelo estilo descontraído, banal, corriqueiro... Depois, ouve-se novamente e conforme dizem,...serve como estilo alternativo, "woke up this morning", Alabama 3, embora ninguém delire ou se comova com a sensação desesperante e aflitiva de quem acorda pela manhã e percebe que "tudo o que tinha perdeu", sentindo um vazio e uma vergonha por ver o seu mundo às avessas. Que angustioso! E...que intrigante! O que poderia ter perdido, durante a noite, para além do dia e de dia, para além da noite?, ainda por cima, deixando-se ficar em tão péssimo estado?!... Ao contrário do ouvido, rejeito a noção de perda, pois considero que nunca ninguém perde nada, embora reconheça que nesta vida ilusória e efémera mais depressa sentimos as perdas sucessivas, ao invés dos proveitos e das vantagens, de maneira que, o facto de acordar pela manhã devia constituir "per si", um novo ganho e uma nova vitória. Por que motivo falamos tanto em perdas e raramente em ganhos? Felizmente, o "sinal ruim" ou o "brilho de espingarda" que perdeu a ilusão durante a noite, conseguiu acordar pela manhã com a sensação de que errou e como "errare humanum est", deduzo que deveríamos errar mais e tanto, para conseguirmos viver com a ideia, contrária à da letra da música, de que não faz falta perder tudo, desde que se consiga vencer sempre!
Parabéns pelo trabalho!


Comentar post

Sobre que é este blog, exactamente?

Este blog é um diário das actividades de dinamização da cidade do futuro, como parte do concurso Cidades Criativas, promovido pela Universidade de Aveiro.

Receba notícias nossas por RSS

Afinal o que é o RSS?

posts recentes

|Comprar e vender no eBay...

Prémios Tecnológicos

Árvores fotovoltaicas

Apresentação do projecto

10 dicas verdes para o tr...

TRIAC EV - o carro eléctr...

Saúde

A Apresentação do nosso p...

Syttende mai

Só 1% dos alunos portugue...

Para se ser ministro devi...

A Suécia é o país que mai...

Questões para Elvira Uyar...

Música da Semana

Citação da Semana

10 de Maio - Dia Mundial ...

9 de Maio - Dia da Europa

Energias renováveis: Um p...

Visita de Estado dos Reis...

Preço dos combustíveis

Imagem da Semana

Ericeira multada pelo Est...

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


arquivos
tags

todas as tags

pesquisar neste blog
 
links
Contactos
Tiago Teixeira
João Alves
Jairo Martins
Bruno Santos